Cacerense, Destaques | Publicado em 17 de agosto de 2016 | Jornal Oeste-Caceres

Presidente do Cacerense descarta Sub-21 e quer vender o clube. Renato Fidélis já tinha mostrado interesse

Renato Fidélis

Renato Fidélis

Em entrevista exclusiva ao Jornal Oeste, ontem, o sócio majoritário do Cacerense Esporte Clube, Cloves dos Santos, praticamente descartou a participação do time na Copa Federação Sub 21, prevista para o mês que vem. Ele alegou falta de patrocínio.

 

Desanimado, o dirigente afirmou que o marca Cacerense está à venda e pediu inclusive apoio para divulgação da decisão. Ele não soube precisar o valor do negócio. Cloves detém 90% e seu sócio, Edson Penha de Alcântara Coelho (Dedé), possui 10%.

 

Com relação ao passivo, Cloves explicou que apesar dos dez anos de existência, o clube possui dividas pagáveis com o INSS e com ações trabalhistas, entre as quais com o ex-treinador Marcos Sequetto no valor de R$ 30 mil.

 

Ele disse que com R$ 60 mil é possível liquidar as pendências trabalhistas. Já o valor do débito com o INSS ele são soube estimar, mas calcula que seja algo em torno de R$ 100 mil.

 

Recentemente, o ex-presidente do clube, Renato Fidelis, manifestou ao Jornal Oeste, interesse em comprar o Cacerense. O seu projeto é construir um Centro de Treinamento, com alojamento, restaurante e lavanderia e contratar uma equipe para realizar trabalhos com as divisões de base e marketing.



Deixe seu comentário

Os comentários neste espaço não refletem a opiniáo do site Futebol Matogrossense e é de responsabilidade do leitor. Não serão publicados comentários considerados ofensivos ou que use de linguagem inadequada.