Cuiabá, Destaques, Mato-grossense, Notícias, Sinop | Publicado em 7 de maio de 2017

Com cobrança de pênaltis , Cuiabá conquista seu sétimo título

whatsapp_image_2017-05-07_at_18.25.20Quase todos os ingressos foram vendidos para a partida decisiva entre Sinop e Cuiabá, no Gigante do Norte, em Sinop, pela grande final do Campeonato Mato-Grossense 2017. O Cuiabá que na partida de ida ganhou de virada por 2 a 1, entrou em campo por um empate na tarde deste domingo (7).

O jogo

O Dourado, que tem a melhor defesa do campeonato, ficou mais preocupado no início do primeiro tempo em marcar e defender do que em atacar, tentando pontuar o mais breve possível. O Sinop também queria abrir o placar o quanto antes, entrou em campo com três atacantes em uma proposta mais ofensiva.

Dezessete minutos de jogo se passaram e o Galo do Norte ainda tentava engatar uma jogada que mudasse o placar, mas encontraram dificuldades em furar a defesa do Cuiabá. Aos 25’, em uma cobrança, Dakson mandou na área e o goleiro Jamilton falhou na defesa, a bola entrou no gol, mas o juiz marcou falta do ataque. O Sinop teve grande chance de gol aos 37’, quando Alex cobrou e fez a bola avançar, mas Andrezinho chegou um pouco atrasado, até tocou na bola, mas perdeu a jogada.

A partir daí o Sinop começou a se movimentar no meio de campo a procura de falhas na defesa do Dourado, e foi crescendo no jogo enquanto os visitantes começaram a recuar. Já nos minutos finais do primeiro tempo, Tayron fez uma jogada fechada na área e trombou com Henal. O goleiro caiu, e pediu falta. O juiz marcou a falta e uma pequena confusão se iniciou entre os jogadores dos dois times. Na sequência, Henal, assim com Tayron, também recebeu cartão amarelo.

Várias pausas para atendimento médico resultaram em nove minutos de acréscimo, porém o primeiro tempo foi encerrado antes do estipulado, e os jogadores do Sinop reclamaram muito com o juiz.

O Cuiabá voltou para o segundo tempo pressionando o time da casa e o Sinop respondeu se dedicando ao ataque. Aos 9’ uma falta marcada para o Cuiabá na entrada da área representou perigo ao Galo do Norte. Dakson cobrou, mas Jamilton defendeu bem.

O Sinop começou a errar os passes e ter dificuldades em criar jogadas ofensivas. Teve outra grande chance de abrir o placar aos 17, quando de um lançamento de Maycon, Cabralzinho dominou e bateu cruzado. Henal estava fora do gol e quase que a rede balança.

O gol do Sinop finalmente veio aos 19’, quando Portela lançou a bola na área e Henal saiu mal, pegou e deixou escapar, dando chance ao Andrezinho que estava atrás do goleiro do Cuiabá e só deu um toque na bola que morreu no fundo do gol.

A mudança no placar trouxe uma grande tensão ao jogo e uma chuva de faltas, que seguiu até o apito final. O resultado de 1 a 0 para o Sinop somado ao da partida anterior de 2 a 1 para o Cuiabá, levou a decisão do título do campeonato para os pênaltis.

As cobranças seguiram com os dois times marcando sem parar, um gol atrás do outro. Até que Henal defendeu o chute de Alex, o penúltimo do Sinop a cobrar. O Cuiabá ainda tinha duas chances, com Douglas Mendes e Betinho, enquanto que a torcida do Galo do Norte só podia contar com Preá. O atacante do Sinop marcou seu gol, mas os jogadores do Dourado também não erraram e fechando as cobranças com um placar de 5 a 4, mandaram embora a chance do Sinop de encerrar seus 18 anos de jejum.

Com a taça do Campeonato Mato-Grossense 2017 em mãos, o Cuiabá agora soma sete títulos estaduais, conquistados em: 2003, 2004, 2011, 2013, 2014, 2015 e 2017.

Escalações
Sinop:
Jamilton, Tayron, Marinho (Portela), Maranhão, Maycon, Dourado (Adriano), Alex, Valtinho (Jean Chera), Andrézinho, Preá e Cabralzinho. Técnico: Marcos Birigui.

Cuiabá: Henal, Douglas, Heverton, Wálber, César Hinestroza, Carlão, Jean, Dakson (Gabriel Ramos), Robinho, Juba e Cleberson Tiarinha (Betinho). Técnico: Roberto Fonseca.

Por: Gabriela De Lima



Deixe seu comentário

Os comentários neste espaço não refletem a opiniáo do site Futebol Matogrossense e é de responsabilidade do leitor. Não serão publicados comentários considerados ofensivos ou que use de linguagem inadequada.