Coluna do Zé Côca, Copa Verde, Destaques, Luverdense, Notícias | Publicado em 5 de maio de 2017 | Por: Zé Côca

Na primeira partida da decisão, Luverdense dá “chocolate” e vence o Paysandu por 3 a 1.

whatsapp_image_2017-05-04_at_20.24.32Jogando na Arena Pantanal na noite de ontem 04/05, o Luverdense não tomou conhecimento do Paysandu-PA e venceu por 3 a 1, marcaram: Gabriel Sobralense-Paysandu e Eric, Marcos Aurélio e Dalton-LEC. Vitória esta com muita facilidade sem correr o risco de derrota em momento algum. Foi uma vitória incontestável do verdão do norte (LEC). O placar não condiz com o que foi o jogo, poderia ter sido quatro ou cinco, foi um show, um chocolate que o time do Junior Rocha aplicou no Paysandu (papão).

Se o Luverdense apertasse o passo no segundo tempo teria feito mais, e a classificação seria concretizada ontem mesmo. Ficou de bom tamanho o placar de apenas 3 a 1 para eles, pela diferença de nível técnico entre as duas equipes, o Luverdense sobrou, dominou a partida completamente nos dois tempos.

O meio campo foi dominado pelo LEC, Ricardo, Eric, Douglas Baggio, Marcos Aurélio e Rafael Silva ditaram o ritmo do jogo, mandaram no meio campo, encheram os olhos dos torcedores que comparecem na Arena  e dos que assistiram pela TV-Ei. Para mim foi melhor partida que o Luverdense jogou na Arena. Foi bonito ver a técnica, o conjunto, esquema de jogo apresentado, 4-1 – 4-1. Júnior Rocha deu um banho de tática, esquema de jogo no badalado Chamusca.

É certo que eles tiveram alguns desfalques nesta partida uns por contusões e outros foram poupados pela sequência de jogos, para que não aconteça uma contusão mais séria. Hoje é moda isso, jogador leva um cartão, tira  para não ser expulso. E só poupa quem tem reservas a altura que não é o caso do Paysandu. Ontem o comentarista da TV disse que já assistiu muitos jogos da série B, C e não tinha visto um time jogar tão bonito, um time bem treinado, compacto, insinuante como o Luverdense.

Quem me chamou atenção nesta partida foi o Érik, na função de ontem ele joga muito mais, passa muito bem, dribla e pega forte na bola, ele fez uma partidaça, juntamente com Douglas Baggio, Ricardo o maestro, Rafael Silva um gigante, fez falta quando saiu por contusão. Diogo Silva não precisou aparecer, os zagueiros estiveram perfeitos, os alas como sempre eficientes, meio campo muito bem e Macena como de costume brigando contra os defensores fazendo sua parte.

O jogo da volta será dia 16/05 no Mangueirão com certeza mais de trinta mil torcedores, que empurram o time, é a maior torcida do Pará, pena que não jogam, não entram em campo. Este é um jogo bom de se jogar, com a casa cheia é bem melhor, é bom demais jogar contra a torcida, ainda mais se estiver fazendo um bom jogo, se fizer um gol melhor ainda. O Luverdense vai ter que suportar a pressão, vão vir com tudo e num contra ataque marcar e sair para o abraço e o título.

Ficha técnica:

Jogo: Luverdense-MT  X  Paysandu-PA

Local: Arena Pantanal – Cuiabá-Mt – Horário 19h30 Mt.

Luverdense: Diogo Silva; Aderlan(Gabriel Passos), Pierre, Dalton e Paulinho; Ricardo, Eric, Douglas Baggio, Marcos Aurélio (Alaor Júnior), Rafael Silva (Rodrigo Fumaça) e Macena.

Paysandu: Emerso; Rayner (Expulso), Fernando Lombardi, Pablo e Simões; Augusto Recife, Rodrigo Andrade, Jhonnathan (Wil), Daniel Sobralense (Diogo Oliveira); Leandro Carvalho e Leandro Cearense (Ayrton).

Gols: Gabriel Sobralense-Pay – 6 min. 1°T.   –  Erik 11 min. 1°T. – Marcos Aurélio 42 min. 1°T e Dalton 10 min. 2°T-LEC.

Arbitragem: Sávio Pierre Sampaio-DF

Assistentes:  José Reinaldo Nascimento Junior e Laila Naiara Moreira da Cruz.

 

 

 



Deixe seu comentário

Os comentários neste espaço não refletem a opiniáo do site Futebol Matogrossense e é de responsabilidade do leitor. Não serão publicados comentários considerados ofensivos ou que use de linguagem inadequada.